A massoterapia é uma técnica de reabilitação e preventiva que se baseia essencialmente na aplicação de técnicas específicas para diferentes fins. Existem diversos efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico.

Na verdade, esse termo inclui o conjunto de tratamentos realizados por meio de massagens em várias partes do corpo.

Pode ser tratada em todo o corpo ou apenas em algumas áreas. Em geral, é realizada no pescoço, costas e coxa.

As mãos do fisioterapeuta devem se mover no sentido das fibras dos músculos superficiais, seguindo o sentido da circulação venosa.

A massagem terapêutica que dá os melhores resultados é intensa e profunda, mas não se deve aplicar muita força porque corre o risco de machucar o paciente.

Para a realização da massagem, são utilizados óleos essenciais ou cremes aquecedores, aquecendo assim o corpo e melhorando a circulação sanguínea.

O massoterapeuta deve ter uma postura confortável e é importante que realize este tratamento com cuidado.

Benefícios e efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico

A massoterapia é uma forma de medicina preventiva e de reabilitação, que se faz massageando com óleo, creme, talco ou outros produtos ideais para a pele a ser tratada.

Por ser uma das terapias mais antigas e difundidas, tem ampla aplicação no tratamento de traumas e doenças.

É utilizada para reduzir a fadiga, aumentar a capacidade de recuperação dos atletas e relaxar os músculos (especialmente para quem sofre de stress e tensão muscular).

Ela determina um estado de relaxamento geral em um nível psicofísico.

Esta terapia dá excelentes resultados no tratamento de dores no pescoço e nas costas. Ela reduz os sintomas de inflamação. E, também, diminui a rigidez e a dor causadas pelo estresse ou tensão emocional.

Em geral, a massagem terapêutica no pescoço alivia os sintomas da cefaleia tensional que se origina no pescoço.

É utilizada no tratamento de cicatrizes pós-cirúrgicas porque ajuda a amenizar as aderências dos tecidos e torna os movimentos mais suaves e fluidos.

Além dos benefícios para o corpo, a massagem terapêutica tem efeito relaxante.

Principalmente para pessoas emocionais e ansiosas, melhora o humor, distrai das preocupações e do estresse do dia a dia. Os efeitos diretos são:

  • Melhora a circulação, pois acelera o fornecimento de oxigênio, nutrientes e a remoção de resíduos metabólicos.
  • Tem ação relaxante sobre a musculatura, alivia dores musculares, dores nas costas e cervical.
  • Fortalece o sistema imunológico, pois estimula a circulação linfática que elimina vírus, bactérias, resíduos, toxinas.
  • Dissolve as aderências dos tecidos superficiais e profundos.
  • Ao nível dos nervos, atua no limiar da dor e acelera a condução nervosa.

O calor desenvolvido na área tratada provoca os efeitos típicos da terapia térmica. São eles: vasodilatação, hipertermia, aceleração das reações celulares e aumento da elasticidade das fibras de colágeno dos tendões.

Sistema Imunológico

Técnicas de massagem

Os efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico ocorrem devido a várias técnicas de massagem. Confira abaixo.

Toque

A manobra com a qual a massagem é iniciada e terminada. Consiste apenas em deslizar a mão sobre a pele, sem pressão. O toque prepara o paciente para as manobras subsequentes.

Pressão leve

A pressão na pele aumenta gradativamente. É fundamental porque antecipa e conclui todas as outras manobras.

Fricção

Diferencia-se da ação anterior porque a mão do terapeuta mantém contato contínuo com a pele e realiza um atrito nas camadas superficiais e profundas.

Amassar

Esta manobra (aplicável na massa muscular) consiste em levantar e movimentar transversalmente o músculo exercendo pressão do polegar contra os dedos da mão oposta.

Pressão mais intensa

É exercida por meio de uma pressão perpendicular à pele do paciente e facilita a reabsorção em casos de edema ou problemas vasculares.

Percussão

É realizada por meio de uma série de batidas rápidas com os dedos. Ela determina uma melhora acentuada na vascularização muscular e é recomendada em lesões que causaram

Vibração

A vibração é realizada com movimentos curtos e rápidos, com o objetivo de ativar as aderências entre os músculos.

Como a massoterapia age no organismo?

Não só relaxa e gera bem-estar. Também há vários efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico, tornando o corpo mais forte contra doenças e infecções de diferentes tipos.

As massagens ponto certo são capazes de diminuir os níveis de hormônios relacionados à agressão e ao estresse e aumentam a atividade dos linfócitos.

Ou seja, melhoram o desempenho do sistema imunológico e reduzem os níveis de citocinas inflamatórias.

Dessa forma, a massagem diminui os níveis do hormônio arginina vasopressina (ligada ao comportamento agressivo).

Além disso, reduz o cortisol (hormônio do estresse) e as citocinas (proteínas inflamatórias que são estimuladas pelos glóbulos brancos).

A massagem terapêutica produz uma melhora significativa no suprimento sanguíneo e aumenta a elasticidade da pele e dos músculos.

Ela causa um efeito relaxante e pode aliviar a dor com um efeito sedativo. Além de melhorar a circulação linfática, alivia as contraturas musculares.

Até o momento, existe uma vasta literatura médica sobre a correlação entre o estresse e o estado de nossa saúde.

Nossos ancestrais foram caçadores, homens e mulheres com o instinto primário de sobrevivência em condições climáticas e culturais muito distintas.

O corpo humano, desde essa época, foi projetado para se mover e sobreviver a qualquer custo.

Nosso sistema nervoso autônomo, sem nosso conhecimento, exerce uma ação contínua de controle sobre nosso organismo para que possamos alcançar nossos objetivos com o mínimo gasto de energia e no melhor estado de conforto possível.

Não fomos concebidos para um estilo de vida sedentário, mas para movimento!

Mas aqui é necessário um pequeno esclarecimento: como em todas as coisas os excessos sempre geram danos, é necessário encontrar um equilíbrio entre a atividade motora e intelectual e o descanso.

É aí que entra a massagem, que tem um poderoso efeito antiestresse.

Efeitos da Massoterapia sobre o estresse

Uma massagem pode ajudar a reduzir o risco de um resfriado ou gripe?

A massagem oferece relaxamento e alívio do estresse. Sobre os efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico, quando as pessoas estão menos estressadas, é menos provável que adoeçam.

Isso ocorre porque o estresse crônico compromete a resposta imune inflamatória do corpo, aumentando sua suscetibilidade a infecções.

Portanto, a massagem tem benefícios imediatos para um sistema imunológico saudável. De acordo com pesquisas, os efeitos imediatos da massagem incluíram níveis reduzidos de ansiedade, depressão e raiva.

Por outro lado, os benefícios de longo prazo incluem um impacto direto nos marcadores imunológicos do corpo.

Por exemplo, um aumento na dopamina, uma melhora nos valores de serotonina e melhores níveis de linfócitos.

Por que aliviar o estresse com a massoterapia

Estudos científicos bem conhecidos têm demonstrado a importância do repouso e, acima de tudo, do sono.

Em primeiro lugar, durante a fase do sono profundo, a produção de cortisol, o hormônio do estresse, é inibida, favorecendo um estado de relaxamento e bem-estar global que permite ao nosso corpo realizar processos importantes:

  • regenera e desintoxica;
  • fortalece o sistema imunológico;
  • as atividades cerebrais são modificadas (decisões importantes são tomadas e a memória é consolidada);
  • durante o sono profundo, a secreção do hormônio do crescimento é essencial para a síntese protéica, reguladora do metabolismo, trofismo muscular e ósseo e também importante para a mobilização de gordura e lipólise.

Todos esses benefícios do repouso são aproveitados também com a massoterapia.

O que acontece durante situações estressantes? Nosso corpo produz cortisol, hormônio que permite maior disponibilidade de energia, liberando adrenalina e noradrenalina.

A combinação destes três elementos aumenta a pressão arterial, garantindo um melhor estado de alerta, aliviando também as sensações de cansaço e perigo.

Existem, no entanto, muitas doenças causadas ao nosso corpo pelo estresse quando ele não é controlado.

Por exemplo, enxaquecas, distúrbios metabólicos e de sono e vigília, fadiga crônica, dores musculares e articulares, hipertensão, distúrbios gastroesofágicos, excesso de raiva ou depressão, desejo de comer de forma excessiva.

Enfim, digamos que não conseguir “administrar” o estresse envolve um alto risco para nossa saúde e bem-estar.

Numerosos estudos e pesquisas buscam entender quais são as relações entre situações estressantes e rebaixamento das defesas imunológicas.

E a realidade comprovada é que o estresse, de várias formas, pode ativar uma resposta excessiva ou equivocada do sistema imunológico e até mesmo uma alteração da composição da flora bacteriana intestinal.

Não é por acaso que, em condições estressantes, as infecções bacterianas e virais se propagam com mais facilidade.

Gerenciar o estresse, permitindo-se o momento certo para se dedicar ao seu bem-estar psicofísico é, portanto, de vital importância para a nossa saúde.

Como resultados, há diversos efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico com a redução do estresse.

Os efeitos da massagem no estresse

Estudos já demonstraram que a massagem é capaz de baixar os níveis de cortisol, justamente o chamado “hormônio do estresse”.

O ambiente relaxante e confortável da massoterapia, os aromas dos óleos essenciais, o óleo morno usado para a massagem, a música ambiente suave, o toque, as fricções, as pressões leves e mais intensas que o massoterapeuta exerce sobre o corpo do paciente desencadeiam sensações e emoções agradáveis.

Isso causa uma reação quase imediata do sistema nervoso involuntário. Os receptores da pele enviam as mensagens sensoriais recebidas ao cérebro e ao componente límbico (que gerencia as memórias e emoções).

Efeitos bioquímicos da massoterapia no organismo

Com a massoterapia, a resposta bioquímica de nosso corpo com a produção de substâncias endógenas é capaz de reduzir imediatamente os níveis de estresse.

Entre elas:

  • Endorfinas: as “morfinas endógenas”, analgésicas e relaxantes.
  • Serotonina: o hormônio do bom humor
  • Dopamina: o hormônio do prazer.
  • Oxitocina: o hormônio da ternura e tranquilidade.

Além disso, as mãos do terapeuta, conhecendo perfeitamente o funcionamento da circulação venosa e linfática, são capazes de ajudar o corpo a drenar os fluidos teciduais com uma poderosa ação desintoxicante e descongestionante sobre os tecidos.

Com manobras mecânicas direcionadas e habilidosas, realizadas durante a sessão, o terapeuta também é capaz de gerar descompressão das articulações, favorecendo a liberação muscular com efeito descontrator dos músculos.

Isso traz às articulações um maior grau de liberdade e movimento, causando ao paciente uma renovada sensação de leveza, bem-estar e liberdade.

Os benefícios obtidos com uma massagem geram uma série de transformações bioquímicas imediatas.

Elas podem se prolongar e continuar a atuar por dias em nosso sistema imunológico, circulatório, hormonal e muscular e articular.

Quem faz a massagem aprende a se ouvir, a perceber sensações e mensagens que vêm do corpo. Aprende a se conhecer melhor, a perceber seus bloqueios físicos e emocionais, obtendo os insumos certos para poder administrá-los.

Para beneficiar de uma ação de reequilíbrio do nosso corpo, após um primeiro ciclo de tratamentos terapêuticos, recomenda-se habitualmente um mínimo de 2 sessões de massagens mensais.

Elas são adaptadas em termos e tempos de acordo com a necessidade e estilo de vida de cada indivíduo.

Efeitos da Massoterapia sobre os hormônios

O equilíbrio da massoterapia para o organismo

Além dos efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico, há ainda outros benefícios.

Cada vez mais pessoas se aproximam do mundo da massagem para encontrar o equilíbrio certo e se libertar do estresse diário, graças aos inúmeros benefícios físicos e psicológicos dessa prática.

A arte da massagem, cuja etimologia deriva do árabe “massa” (pressionar) ou do grego “masso” (amassar, manusear) é uma das mais antigas. Tanto que se pode dizer com certeza que a arte médica começou com a massagem.

Especificamente, suas origens vêm do Extremo Oriente, onde as técnicas de massagem sempre foram usadas para fins terapêuticos.

Não surpreendentemente, a mesma literatura médica de egípcios, persas e orientais frequentemente contém referências aos efeitos benéficos das massagens.

E ainda que Hipócrates, em seus escritos, tenha confirmado as virtudes da massagem ao dedicar importantes observações à prática da massagem terapêutica, confirmada muitos séculos após sua morte, na Europa, durante todo o Império Romano, essa prática foi amplamente utilizada na área da saúde.

Tipos de massagem

Basicamente, existem ao menos quatro tipos de massagens. A terapêutica, cujo objetivo é restaurar total ou parcialmente a funcionalidade dos órgãos por meio de movimentos massoterapêuticos.

A relaxante, que visa prevenir e melhorar as condições de saúde existentes, atuando nas estruturas músculo-tendinosas do corpo, na circulação sanguínea e no sistema nervoso (antiestresse, californiano, massagem com pedras quentes, etc.).

A massagem estética, que visa eliminar imperfeições cutâneas e subcutâneas e retardar o envelhecimento cutâneo.

E a massagem esportiva, realizada em regiões específicas do corpo, a fim de melhorar o desempenho atlético.

Em particular, se a massoterapia (massagem terapêutica) tem inúmeras aplicações na reabilitação, esportes, medicina vascular, estética e reumatologia.

 As massagens ayurvédicas, shiatsu, bioenergéticas ou tailandesas contribuem para o bem-estar geral da pessoa, tanto física como mentalmente.

Se, por outro lado, você deseja atuar na circulação linfática, favorecendo a eliminação de qualquer estagnação de líquidos, o tratamento mais indicado é sem dúvida a massagem de drenagem linfática.

Lembrando que, independentemente do tipo de massagem de drenagem linfática que decida utilizar, é imprescindível o contato com massagistas profissionais que trabalhem em instalações autorizadas.

De fato, para garantir eficácia e segurança, é extremamente importante que o massagista não só conheça perfeitamente as técnicas de manipulação, mas que tenha um conhecimento profundo do sistema linfático e das áreas sobre as quais deve atuar para promover a drenagem de fluidos.

Vantagens da massoterapia

Os efeitos benéficos de uma massagem no nosso corpo e no nosso psiquismo são muitos e variam de acordo com o tipo de manipulação, pois cada técnica tem consequências diferentes.

Além dos efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico, um ciclo de massagens ajuda no funcionamento do sistema cardiovascular.

Não só melhora a quantidade de sangue em nosso corpo, mas também afeta sua qualidade.

Na verdade, as ações contínuas de fricção, pressão e amassamento causam um alargamento dos vasos sanguíneos, favorecem a melhor circulação sanguínea e aumento da oxigenação dos tecidos.

A massagem estimula a circulação linfática. Ou seja, a manipulação direta do organismo tem efeitos imediatos na estimulação dos fluidos presentes no corpo, estimulando a funcionalidade dos rins.

Com a massagem, resíduos e toxinas acumuladas no corpo são eliminados quando o sistema linfático estagnar.

Além disso, a drenagem firma a pele. Em outras palavras, uma massagem bem praticada estimula o sistema conectivo, libertando a pele das células mortas.

Desta forma, a pele volta a ser luminosa e elástica, podendo absorver melhor os óleos. A massagem também atua em profundidade, promovendo a eliminação dos acúmulos de gordura subcutânea, responsáveis ​​pela clássica casca de laranja ou celulite.

E, também muito importante, a massagem remove o estresse, como vimos anteriormente. Com as pressões e manipulações corretas, os músculos relaxam e as contraturas suavizam.

Tudo isso também tem consequências positivas para os ossos e articulações, que se tornam mais elásticos.

Existem também inúmeros efeitos positivos gerados em nossa mente, graças à produção de endorfinas que ajudam a combater a depressão, ansiedade e dor.

Previne doenças (a ação benéfica das massagens é até capaz de se estender até o sistema imunológico. Na prática, a resposta do sistema imunológico a quaisquer ataques externos é fortalecida, protegendo-nos assim de patologias e doenças).

Circulação Linfática

Benefícios da drenagem linfática no sistema imunológico

Existem diferentes tipos de massagens de drenagem linfática, tanto no campo médico-terapêutico – para o tratamento do linfedema – como no campo estético.

Todos partilham o fato de atuarem sobre a circulação linfática, favorecendo a eliminação dos líquidos estagnados e, consequentemente, reduzindo o edema e o inchaço.

Na prática, esse tipo de massagem determina um aumento da corrente linfática, com consequente melhora da microcirculação e da oxigenação celular.

E, também, promove uma aceleração dos processos de filtração-reabsorção ao nível dos capilares sanguíneos.

Na verdade, a drenagem linfática atua diretamente sobre os linfonodos. Os operadores praticam movimentos espirais com delicadeza, pois os vasos linfáticos são extremamente frágeis.

Este tipo de massagem deve ser realizado também com os dedos e não com a mão cheia, criando círculos com o objetivo de “migrar” a linfa.

A ordem da mensagem também é de fundamental importância, que deve seguir as “estações linfáticas”, ou seja: axilas, virilha e base do pescoço.

Por que fazer a drenagem linfática

Especificamente, no campo da medicina estética, a massagem de drenagem linfática é recomendada para prevenir e neutralizar a estagnação de líquidos após cirurgias estéticas, como a lipoaspiração ou a lipoescultura.

Além disso, também pode ser usada durante a gestação para neutralizar a estagnação de líquidos causada por mudanças hormonais repentinas.

Neste caso, a massagem atuará na retenção de água e no mau funcionamento da circulação linfática, permitindo assim diminuir o inchaço das pernas e tornozelos das gestantes.

Por fim, no campo estético, a massagem drenante linfática é utilizada como drenagem e tratamento adjuvante das imperfeições da pele.

Não é de surpreender que a drenagem linfática seja uma aliada das mulheres na luta contra a celulite, a retenção de líquidos e o inchaço.

Se realizada de maneira correta e com número adequado de manipulações, traz benefícios reais e duradouros.

De fato, a drenagem linfática é particularmente eficaz na melhoria do aspecto dos membros inferiores, promovendo o desaparecimento do inchaço e a eliminação do excesso de fluidos. Logo, os efeitos são perceptíveis desde a primeira sessão.

 Graças a essa técnica, também é possível reduzir o risco de insuficiência venosa e doenças associadas.

Por último, mas não menos importante, uma massagem de drenagem linfática bem realizada não tem apenas valor estético.

Envolve todas as funções do organismo. Especificamente, estimula a produção de leucócitos e fortalece as defesas imunológicas.

Assim, ajuda o corpo a se defender de vírus e bactérias e no combate o estresse, pois implica um relaxamento natural e benéfico dos músculos.

O mecanismo de ação consiste, de fato, na estimulação do fluxo linfático e em uma circulação mais fluida.

Isso provoca uma troca natural de água, facilita a eliminação de toxinas e a produção de novas células.

Conclusão

Vimos então os efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico e diversos outros benefícios.

A associação massoterapia e relaxamento está bem estabelecida e é provavelmente a primeira coisa que vem à mente quando se fala em massagem.

E realmente é verdade. Cada tipo de massagem é capaz de proporcionar relaxamento em qualquer pessoa.

Basta saber quais manobras realizar e como realizá-las e também identificar corretamente os pontos a serem tratados.

Massagear os músculos alivia as tensões, as contraturas musculares e os pontos de gatilho que são criados e acumulados durante o dia de trabalho ou durante uma sessão de treino intenso.

A musculatura solta e relaxada traz vantagens inevitáveis também ao nível ósseo e articular. Por exemplo, maior elasticidade, amplitude e facilidade de movimento com a consequente maior capacidade de utilização dos meios físicos.

Além disso, qualquer massagem que envolva contato com a pele envolve consequente movimentação de líquidos.

Isso traz várias vantagens em termos de eliminação pelos rins de toxinas e resíduos que se acumulam no corpo.

Consequentemente, obtemos uma clara melhora do sistema imunológico, mas também um efeito estético importante. A estase da circulação em qualquer forma que se manifeste cria um terreno fértil para as imperfeições devido à estagnação dos líquidos.

Uma boa massagem é boa para a circulação. O aumento do fluxo sanguíneo, junto à diminuição da pressão nos vasos sanguíneos, são uma ajuda importante para o coração.

Quando as artérias se dilatam e a frequência cardíaca diminui, o nosso músculo cardíaco se fortalece.

Um melhor fluxo sanguíneo garante a nutrição correta a todos os tecidos e órgãos do nosso corpo, garantindo um alto grau de bem-estar, saúde e prevenção.

Além disso, uma massagem, ao aumentar o nível de dilatação capilar, pode diminuir a pressão arterial.

Ela envolve inevitavelmente tensão muscular e essa tensão pode causar o bloqueio do nosso estado de bem-estar.

Na verdade, devemos sempre considerar que nosso sistema muscular constitui um sistema de alta prioridade.

E, portanto, quando é ativado, domina os outros sistemas como os responsáveis pela propriocepção e sensações. Mas também tem relação com a atenção e as habilidades mentais que, então, se encontram em um estado bloqueado.

Ao eliminar essas tensões, todo o nosso organismo vai se beneficiar. Pode-se assim voltar ao equilíbrio em todas as suas partes e favorecer o correto funcionamento e a liberação dos demais aparatos possivelmente bloqueados por tensões.

Gostou do artigo? Então deixe o seu comentário no Blog do Ellas Massagistas.

Gostou? Então Compartilhe!

3 comentários em “Efeitos da massoterapia sobre o sistema imunológico”

  • A massoterapia, quando bem executada, por uma profissional experiente promove uma série de benefícios, não somente ao sistema imunológico, como bem explicado pelo artigo (aliás, muito completo). Mas também ajuda na melhora dos estados de estresse e ansiedade, além de melhorar a circulação sanguínea, ajudando a eliminação das impurezas pelo sistema linfático e aumento da nutrição das células com a ampliação dos processos circulatórios. Inclusive, quando estou muito nervoso, com dores de cabeça frequentes, nunca recorro a remédios, mas sempre a uma boa massagem, com uma profissional especializada. Os resultados são incríveis, além do relaxamento, todo o corpo torna-se mais apto para as atividades físicas e mentais, como estudo e melhora na produtividade no trabalho. Quem nunca foi a um massagista ou massoterapeuta, não sabe os inúmeros benefícios que está perdendo.

  • Eu vivia resfriada e gripada… Cansei de ir a médicos e hospitais e nada resolvia. Mesmo com vacinas para gripe, meu sistema imunológico era muito fraco. Até apelei para acupuntura , mas dada resolveu. Mas fui a um médico mais velho, bem diferente destes médicos mais jovens e pouco experientes. Ele apenas me pediu para fazer mais exercícios físicos e massagens regulares. Os exercícios físicos eu até entendia o motivo, mas a massagem não. O médico explicou que com a massagem adequada há uma vasodilatação, promovendo o aumento da absorção de nutrientes. E assim meu sistema imunológico poderia melhorar, além de ajudar na cadeia linfática para eliminar as impurezas. Foi minha salvação. Raramente eu fico resfriada e faço massagens todos os dias com bons massagistas e melhorou, inclusive, minhas crises de alergia e rinite. Impressionante. O bom que reduzi a quantidade de remédios que tomava. Pois, hoje em dia, a maioria dos médicos só sabem receitar remédios. Com certeza devem receber uma comissão da indústria farmacêutica, que não para de fazer propaganda na televisão, internet, etc. Os remédios são muito bons, mas se há outras alternativas, por que os médicos de hoje em dia não indicam aos seus pacientes. Na minha opinião, a indústria farmacêutica interfere na formação dessa nova geração de médicos em sua formação. Os médicos nem olham na sua cara, só te entopem de remédios. E alternativas muito mais saudáveis podem resolver o problema. Bom, isso só foi minha experiência que gostaria de compartilhar. Quem acha que massagem, boa alimentação e atividades físicas não fazem milagres, não sabe de nada. O que eles querem é que você gaste todo o seu dinheiro com remédios. Essa é a verdade!

  • A massoterapia tem me ajudado muito. Me tornei uma pessoa mais calma, agora faço academia de depois corro para a minha massoterapeuta. Estou ficando mais bem humorado, resiliente e mais produtivo. Sem contar, que me sinto ótimo. Antes não tinha disposição, estava sempre doente e cansado. A massagem me ajudou muito e me motivou demais a fazer outras atividades, como uma pós graduação, além de me tornar mais paciente e melhorar substancialmente o meu raciocínio e cognição. sempre achei que massagem era frescura, mas com os resultados cada vez melhores das sessões de massoterapia, tenho visto que muito mais do que uma medida para remediar problemas de saúde, a massagem também ajuda na prevenção de doenças, assim como também dores por causa da má postura no trabalho, reduzindo o desconforto e permitindo que eu pratique um futebol de final de semana, sem depois me queixar de dores e problemas. Sempre fui descrente da capacidade de que a massagem pode trazer e seus benefícios, mas hoje não vivo sem minha sessão semanal de massagem e massoterapia. Minha massagista, além de ser uma pessoa muito agradável é extremamente competente, o que me ajuda muito, pois basta eu dizer o que estou sentindo que ela já sabe o que fazer para me ajudar. Meu conselho final é: façam massagem, procure uma boa profissional, que sua disposição aumentará em todos os aspectos da vida e você só terá a crescer, estudando mais, trabalhando mais, fazendo mais exercícios físicos, etc.

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *