A música certa no momento adequado, por si só, já é uma terapia fantástica. Ela tem a incrível capacidade de mudar completamente nosso humor, nos torna mais otimistas, relaxa e até mesmo nos motiva a seguir em frente diante de situações desafiadoras e difíceis.

Presente em todas as situações de nossas vidas, a música une as pessoas, altera a atmosfera do ambiente e nos torna mais humanos, desperta sentimentos e memórias esquecidas, melhora o aprendizado e, muitas vezes, nos faz viajar no tempo.

Como já enfatizado por Friedrich Nietzsche:sem a música a vida seria um erro”.

Assim como a massagem, a música também altera seus batimentos cardíacos, influencia a sua pressão sanguínea e o seu metabolismo.

A música pode contribuir com a produção de hormônios do prazer, como a endorfina, além de outros bons hormônios, como a serotonina e a dopamina.

E, conjugada com a massagem, pode trazer benefícios incríveis para seu estado físico, mental e espiritual. Para muitas pessoas, a música é uma poderosa ferramenta na customização das sessões de massagem, promovendo muito mais satisfação.

Ao longo do tempo, muitas sugestões de músicas para massagem são trazidas para os massagistas profissionais. A maioria das pessoas preferem músicas Clássicas, New Age, Smooth Jazz, Sons da natureza – como chuvas, ondas do mar, cachoeiras e ventos -, e até mesmo Rock And Roll mais tradicionais.

O recomendado é que o paciente também seja consultado quanto às suas preferências musicais, procurando conciliar suas opções com as elencadas pelo massagista.

Certamente que o bom senso deverá prevalecer nessa hora da escolha, e a música mais conveniente para os objetivos e metas da massagem deverá ser acolhida.

Por exemplo, muitos terapeutas realizam massagens de luto e uma música mais clássica é bem vinda nesta situação, pois permitiria que os sentimentos mais profundos do cliente não fossem reprimidos, tornando a terapia muito mais satisfatória.

Uma combinação perfeita pode ser obtida quando escolhemos a música clássica nas seções de massagem sueca. Esta modalidade é incrivelmente relaxante para o cliente ou paciente e, com a adoção de uma música clássica, tornará o ambiente muito mais tranquilo e calmo.

Uma excelente opção de música relaxante pode ser ouvida no vídeo abaixo:

Também há outras opções para quem procura músicas clássicas e relaxantes, ótimas para criar um ambiente mais sereno e relaxante. Confira o vídeo abaixo.

Também existem as músicas tradicionais para massagem, que são excelentes para criar aquele ambiente aconchegante, principalmente nas estações mais frias do ano.

Quem nunca ouviu um playlist da Enya para relaxar? Confira essa coletânea, com músicas preferidas da artista.

Já para quem gosta de New Age, podemos citar a coletânea abaixo de Steven Halpern, muito indicada para aqueles massagistas que estão aplicando técnicas de massagem objetivando a cura e a recuperação de seus pacientes.

Suas músicas são muito relaxantes e ajudam a acalmar, além de ampliar a concentração, permitindo que seus ouvintes fiquem muito mais focados e menos ansiosos.

Para quem gosta de aliar o bom gosto a músicas relaxantes e com qualidade, recomendamos o Smooth Jazz. É a típica música que relaxa e descansa a mente com profundidade. Delicie-se com esta seleção abaixo.

E você, gostou das nossas dicas de músicas para ampliar o seu repertório? Então , que tal apresentá-las aos seus clientes e pacientes quando for massageá-los? Experimente. Seus clientes irão adorar!

Gostou? Então Compartilhe!

Um comentário em “Música e Massagem – Como Escolher o Repertório das Sessões”

  • Ótimo repertório!! Vou usar as músicas indicadas na minha clínica de massagem.
    Muitos pacientes até se emocionam quando eu coloco algumas músicas, principalmente as mais antigas. Com a massagem seus sentimentos ficam aflorados e as sensações, lembranças e memórias vêm à tona.
    É incrível como as simplicidades, como a música e os toques podem fazer com as pessoas. Não precisamos de muito, apenas das coisas simples da vida. Estas despertam as melhores sensações, sentimentos e experiências.

  • Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *